O Eu Superior - Flauta Nativa Americana

O Eu Superior - Flauta Nativa Americana

Curta, compartilhe essa ideia!

Se inscreva no canal, ative o sininho!

Composição: Raoni Oliveira

Junho 2018

Espiritualidade - conhecendo o Eu Superior

por Marcos Porto

O que é o Eu Superior? Eu Superior é o termo usado para descrever nossa identidade espiritual essencial e verdadeira. Eu Superior não é muitas vezes a nossa identidade revelada ao mundo na vida do dia a dia.

Em algum destes casos, as pessoas no cotidiano de suas vidas se colocam escondidas em 'máscaras', ao interagirem com outras pessoas. Mesmo ao pensarmos que conhecemos alguém muito bem, ainda haverá aspectos de sua verdadeira identidade que não é conhecida por nós.

Vamos, então, refletir sobre o tema?

Na verdade, as pessoas poderão estar escondidas em si mesmas, permanecendo em uma visão ilusória de si e do mundo.

Infelizmente, isso é mais comum do que gostaríamos de acreditar.

Esta é uma oportunidade onde a realização da experiência permanente do Eu Superior será muito valiosa.

O amor que emana do Eu Superior é um amor repleto de compaixão e só queremos contribuir para que todos os outros possam viver a experiência que vivenciamos.

O que influencia e molda o sentido do Eu Superior?

José Hipólito Trigueirinho Netto (1931), simplesmente Trigueirinho, foi roteirista, diretor e produtor cinematográfico, e desde o início dos anos 80, atua como inspirado líder espiritual, filósofo e escritor, no seu excelente livro "Glossário Esotérico" nos diz: "Eu Superior - termo genérico aplicável a diferentes núcleos interiores do ser, dependendo do seu grau evolutivo. Todavia, normalmente, refere-se à Alma. Nessa acepção o Eu Superior exprime consciência de grupo, universalidade, amor incondicional, vontade espiritual e atividade inteligente".

Através de várias etapas do nosso desenvolvimento pessoal, social, senso de quem somos e espiritual, nossa identificação interior, de onde a autorrealização e o reconhecimento de autoestima emanam, deverá avançar para novos significados e experiências de plenitude de vida. Faz sentido?

A palavra "deverá" está sendo utilizada para destacar e indicar que muitas pessoas não progridem para uma visão mais refinada de plenitude de existência, além do estagnado sentido básico de identificação, alinhavado com os níveis físico, racional e sensorial.

Quais são os níveis que compõem nossa psique sustentada pelo Eu Superior?

Físico: Em várias fases da vida, nós poderemos obter uma sensação de poder pessoal, bem como sentimentos de satisfação e competência de realizações físicas positivas. No entanto, um dia poderemos nos defrontar com algo acima de nossa capacidade de encontrar resposta ou solução.
Nestes casos, o Eu Superior estará preparado para nos assessorar nas respostas às dúvidas, desde que estejamos conscientes de que somos divinamente dotados do seu amparo.

Mental: Mais uma vez, em nossas inúmeras fases de vida poderemos obter uma sensação de poder e sentimentos de satisfação de sucesso no uso da lógica e inteligência pessoal. Mas habilidades mentais podem desaparecer, ou pessoas com capacidades aprimoradas podem encontrar-se, sendo levadas a sentimentos de inadequação e insatisfação. Tal situação, na ausência de introspecção com o Eu Superior, poderá nos tirar o poder pessoal.

Emocional: Além disto, a experiência do amor, e mais importante, do amor incondicional, traz um grau de aptidão para o sentido de quem somos.
A partir da experiência do amor verdadeiro, a necessidade da validação externa de nossos atributos físicos se dissipa, e poderemos ainda obter o senso de nossa natureza interior com a experiência de amar e ser amado. Está claro?

Espiritual: Aqui, o senso de nossa natureza interior é liberado para florescer ou se desdobrar e ser conhecida como ela realmente é. Tal grau de autoconhecimento e autotransformação são ambos alcançados através dos princípios e práticas da espiritualidade, juntamente com tolerância e sentimento de dignidade pessoal.

Ao atingirmos nossa natureza interior, o reconhecimento de todo o poder e realização pessoal, advindos do coração como manifestação do Eu Superior, nos liberta das limitações do mundanismo, bem como da nossa possível interpretação de um mundo impessoal e sem compaixão. "As percepções intuitivas não provém do conhecimento racional lógico", é o novo 'gancho' para os iluminados.

O Eu Superior não requer racionalização, justificação ou sistemas de crença.

Mesmo ao dizermos a frase: "o seu, o nosso, Eu Superior", estaremos sendo incorretos, porque isso implicaria o Eu Superior pertencer, ou estar ligado à mente racional.

Ao conhecermos o Eu Superior, estaremos deixando de lado a tênue imitação de nossa identidade, a qual pensávamos como sendo nós.

Conhecer o Eu Superior, é como nada do que já experimentamos antes, e até poderemos reivindicar a experiência como sendo de sustentação do potencial da nossa natureza interior e então nossos julgamentos de mente dualista, deverão ser colocados de lado, enquanto a mente superior alimenta o amor que acalma os dissabores.

Qual é o sentido de conhecer o Eu Superior em nós mesmos?

Mestre Jesus quando interrogado pelos fariseus sobre quando havia de vir o reino de Deus respondeu-lhes: "O reino de Deus não vem com aparência externa. Nem dirão: Ei-lo aqui, ou Ei-lo ali; porque eis que o reino de Deus está dentro de ti". Lucas 17:20-21.

Ter um senso de natureza interior significa ser quem somos e estarmos confortáveis conosco mesmo na intimidade com o Ser Maior Criador Deus. Correto?

Quando possuímos um forte senso de natureza interior sustentado pelo Eu Superior, somos capazes de interagir e nos defrontar com o mundo com confiança, acreditando no nosso poder de lidar com as dificuldades que possam surgir.

Fonte Somos Todos Um

Obrigado por estar aqui!

Toques Nativos No Facebook

The Higher Self - Native American Flute

Short, share this idea!

Sign up for the channel, activate the bell!

Composition: Raoni Oliveira

June 2018

Spirituality - Knowing the Higher Self
by Marcos Porto
What is the Higher Self? Higher Self is the term used to describe our essential and true spiritual identity. Higher Self is not often our identity revealed to the world in day to day life.
In some of these cases, people in their everyday lives are hidden in 'masks' as they interact with other people. Even when we think we know someone very well, there will still be aspects of their true identity that are not known to us.
Let us then reflect on the theme?
In fact, people may be hidden in themselves, remaining in an illusory view of themselves and the world.
Unfortunately, this is more common than we would like to believe.
This is an opportunity where the realization of the permanent experience of the Higher Self will be very valuable.
The love that emanates from the Higher Self is a love full of compassion and we only want to contribute so that all the others can live the experience that we experience.
What influences and shapes the sense of the Higher Self?
Trigueirinho Netto (1931), simply Trigueirinho, was screenwriter, director and film producer, and since the beginning of the 80s, acts as an inspired spiritual leader, philosopher and writer, in his excellent book "Esoteric Glossary" tells us: "I In this sense, the Higher Self expresses group consciousness, universality, unconditional love, spiritual will, and intelligent activity. "In this sense, the Higher Self expresses group consciousness, universality, unconditional love, spiritual will, and intelligent activity.
Through various stages of our personal development, social, sense of who we are and spiritual, our inner identification, from where self-realization and recognition of self-esteem emanate, should advance to new meanings and experiences of fullness of life. Makes sense?
The word "shall" is being used to highlight and indicate that many people do not progress to a more refined view of fullness of existence, in addition to the stagnant basic sense of identification, aligned with the physical, rational, and sensory levels.
What are the levels that make up our psyche sustained by the Overself?
Physical: At various stages of life, we can gain a sense of personal power as well as feelings of satisfaction and competence for positive physical attainments. However, one day we may come up against something beyond our ability to find an answer or a solution.In such cases, the Higher Self will be prepared to assist us in responding to doubts, provided we are aware that we are divinely endowed with His protection.
Mental: Again, in our many life stages we can gain a sense of power and feelings of successful satisfaction in the use of logic and personal intelligence. But mental abilities may disappear, or people with enhanced abilities may find themselves being led to feelings of inadequacy and dissatisfaction. Such a situation, in the absence of introspection with the Higher Self, can take away our personal power.
Emotional: In addition, the experience of love, and more important, of unconditional love, brings a degree of aptitude for the sense of who we are.From the experience of true love, the need for external validation of our physical attributes dissipates, and we can still get the sense of our inner nature from the experience of loving and being loved. It is clear?
Spiritual: Here the sense of our inner nature is released to flourish or unfold and be known as it really is. Such a degree of self-knowledge and self-transformation are both attained through the principles and practices of spirituality, along with tolerance and a sense of personal dignity.
As we attain our inner nature, the recognition of all personal power and fulfillment from the heart as the manifestation of the Higher Self frees us from the limitations of worldliness, as well as from our possible interpretation of an impersonal and compassionate world. "Intuitive perceptions do not come from logical rational knowledge," is the new 'hook' for the enlightened.
The Higher Self does not require rationalization, justification, or belief systems.
Even when we say the phrase "your, our, Higher Self," we are wrong, because that would imply the Higher Self to belong, or to be connected to the rational mind.
As we know the Higher Self, we will be putting aside the faint imitation of our identity, which we thought to be ourselves.

Knowing the Higher Self is like nothing we have ever experienced before, and we may even claim experience as sustaining the potential of our inner nature and then our dualistic mind judgments should be put aside, while the higher mind feeds the love that soothes the troubles.
What is the sense of knowing the Higher Self in ourselves?
Master Jesus when asked by the Pharisees about when the kingdom of God was to come, answered them, "The kingdom of God does not come with outward appearance, nor will they say," Behold, here it is, or, behold, God is within you. " Luke 17: 20-21.
Having a sense of inner nature means being who we are and being comfortable with ourselves even in intimacy with the Greater Creator God. Right?
When we possess a strong sense of inner nature sustained by the Higher Self, we are able to interact and confront the world with confidence, believing in our power to deal with the difficulties that may arise.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Flauta Nativa Americana (NAF) a flauta do amor

música combatendo a ansiedade